Diálogos com o Cinema em parceria com a Mostra Cinema e Direitos Humanos, promove encontro especial

Em exibição especial de "A História da Fome no Brasil", Diálogos com o Cinema recebe Nádia Reouças, Flávia do Valle e Teresa Corção em bate-papo sobre alimentação sustentável e combate a miséria e fome.


Flávia do Valle e Teresa Corção, do Projeto Articulação de Chefs e Agricultores da UFRJ e Nádia Rebouças. que participou da construção da campanha Fome Zero ao lado de Betinho.

Em 2018, a programação do Diálogos com o Cinema fez uma parceria com a 12ª Edição da Mostra Cinema e Direitos Humanos durante a semana em comemoração a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Na programação especial o projeto exibiu o documentário que retrata as bases da fome no Brasil e a evolução dos programas de combate a miséria no país.


Os alunos do Campus de Pinheiral do Instituto Federal de Educação do Rio de Janeiro - IFRJ estiveram presentes para o bate papo com as convidadas vindo de longe para participarem do projeto. Todos tiveram muito assunto para tratar, já que cursam atividades técnicas em Agroindústria, Agropecuária e Meio Ambiente.


No debate assuntos como combate a fome no mundo, indústria de alimentos no Brasil e o recente retorno do país a linha da fome mundial foram tratados e as convidadas começaram a conversas com vontade de compartilhar as suas experiências.


Teresa é chef de cozinha e começou perguntando " Quem por aqui gosta de cozinhar?" com um retorno tímido da plateia, porém logo ganhou todos presentes ao contar os seus projetos com a cozinha orgânica e a sua relação com os pequenos produtores rurais, Assim como Flávia do Valle que dedicou a sua fala ao consumo consciente dos alimentos e descrevendo um roteiro minucioso da trajetória do que comemos no nosso dia a dia.


O papo aberto por Nádia foi uma verdadeira aula, visto a sua experiência no assunto. A consultora de comunicação foi uma das responsáveis pela popularização da campanha Fome Zero, criada pela ONG Ação e Cidadania no início dos anos 1990 e defendeu a importância da publicidade no processo de conscientização da alimentação, reforçando as diferenças sociais abissais que ainda temos no Brasil e o quanto elas interferem na possibilidade de todos os brasileiros terem no mínimo três refeições diárias na suas mesas.



A aluna Dud Damasceno, aluna do curso técnico de Agroindústria disse ter curtido muito o encontro e dividiu com todos a sua experiência no curso, trocando com as convidadas os seus pensamentos sobre sustentabilidade e o impactos dos alimentos orgânicos na saúde do ser-humano, tentando identificar as dificuldades da diminuição do consumo de produtos industrializados no cotidiano brasileiro.




As três convidadas se surpreenderam com o debate e confirmaram o quanto tinham ficado felizes em participar da programação do Diálogos com o Cinema principalmente em uma ocasião tão especial para um tema tão fundamental, quanto a alimentação digna.


PÁGINAS

PROJETOS

INFORMAÇÕES

contato@pontosolidario.org

55 (21) 3106-9995

Ponto Solidário, Guadalupe, RJ - Brasil

© 2019 por Guilherme Rocha | Ponto Solidário